Dicas indispensáveis para escolher seu arquiteto

Você está pensando em fazer a reforma de sua casa ou de seu comércio, neste momento muitas dúvidas começam a surgir, você até sabe o que mudar, mas como fazer essas mudanças pode ser uma das dúvidas, as outras são:

  1. Quanto vai gastar;
  2. Quem vai realizar a obra;
  3. Quais os melhores materiais e onde devo comprar;
  4. Quem vai fazer acompanhamento da obra e como.

 

Seja reforma ou construção, acredite, contratar um projeto é a melhor solução, lembre-se que projeto não é gasto, mas sim sinônimo de economia.

Não caia na cilada que é bobagem gastar com projeto, pois fazer errado e depois ter que consertar é muito mais caro.

Ao contratar um profissional para fazer o projeto de sua reforma você terá alguém que saberá dimensionar tamanho, funcionalidade e principalmente opções mais econômicas e funcionais para as suas necessidades.

Consegui te convencer que é uma ótima ideia contratar um projeto para a sua reforma?

Se sim, agora o desafio é encontrar um arquiteto que tenha experiência, saiba te ouvir e entender o que precisa e que tenha bom gosto e principalmente criatividade.

Infalibilidade não existe, mas para facilitar a sua jornada em encontrar um bom arquiteto veja essas dicas, que se seguidas você escolherá um bom arquiteto.

 

Pesquise

Comece fazendo uma lista de arquitetos que gosta, que gostaria, ou que ouviu falar, visite sites, redes sociais, leia revistas, visite eventos de decoração, conheça o portfólio de projetos realizados de cada um, converse com outras pessoas que já contrataram algum arquiteto ou que ouviram falar e peça indicações.

 

Pense em quanto pode ou deseja gastar!

Os arquitetos têm várias formas de remuneração, podem calcular sobre a área a ser reformada, percentual sobre os custos da obra, ou mesmo a hora técnica.

O Importante aqui é conseguir o melhor que puder dentro de sua previsão de gastos com o projeto.

 

Defina a sua real necessidade

O arquiteto pode ajudar em várias áreas como: avaliação do terreno, projeto arquitetônico, orçamentos cronogramas de execução, detalhamento de interiores, projeto luminotécnico, paisagístico, aprovação na prefeitura, acompanhamento e até o gerenciamento da sua obra, e até mesmo nas consultorias.

 

Tenha afinidade com o arquiteto que vai escolher

Essa dica é valiosa, afinidade com o arquiteto é fundamental, muitas pessoas escolhem pela popularidade ou que são tidos como top de mercado, cuidado pois se o arquiteto não tiver empatia você pode se frustrar ao ter as suas necessidades negligenciadas pelo gosto do arquiteto ou mesmo pelas crenças dele, e quando tudo acabar você poderá não gostar de nada que foi feito, e até estresses durante a obra podem ocorrer, outra coisa é o estilo, veja se o estilo que o arquiteto aplica bate com o seu.

 

Certifique-se o arquiteto possui registro no Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU)

Somente um arquiteto com registro pode para fazer a aprovação do projeto na Prefeitura.

 

Cuidado com pré-projetos antes da contratação

Arquiteto nenhum trabalha sem remuneração, projeto de pré-contratação é projeto pronto da internet, isso demonstra logo de cara a pouca preocupação do profissional para com as suas necessidades.

Projetos prontos da internet podem até ser bons, mas contratar um arquiteto, é ter um projeto pensado para você e não uma adaptação de projeto pronto.

 

Faça reunião presencial

Dê preferência para reuniões presenciais, nada como estar ao vivo para poder perceber como a pessoa é, o quanto te dá importância e com isso poder criar a afinidade, lembre-se que a relação com o arquiteto pode durar meses, e é sempre bom conviver neste período com alguém que você se sinta bem.

 

Visite alguma obra do arquiteto

Para se ter uma dimensão melhor da qualidade do projeto é muito legal estar dentro de uma obra dele, ali é possível ver os detalhes e isso é muito importante principalmente se for contratar o gerenciamento da obra.

 

Nunca contrate um arquiteto sem a proposta de serviço

“O que é combinado não sai caro”, esse dizer explica tudo.

Uma proposta bem elaborada gera uma tranquilidade para você e o profissional que está contratando, pois nela ficam detalhadas todas as etapas do trabalho contratado, a data para entrega de cada etapa e seus respectivos valores. Faça constar da proposta de serviço a quantidade de visitas que serão realizadas durante a execução da obra.

 

Conclusão

Perfeição é algo que é impossível, ainda mais se tratando de seres humanos.

O que se pode encontrar é um arquiteto mais adequado para o seu tipo de projeto, seu gosto, sua personalidade e principalmente seu bolso.

Nem sempre o melhor é o mais caro ou o mais famoso.

Saber o máximo possível sobre o que você pode e deseja fazer na sua obra, mais próximo você vai estar da escolha certa do arquiteto para te acompanhar, só de estar aqui lendo esse texto já demonstra que está no caminho certo para fazer uma escolha mais consciente quem sabe mais acertada.

Espero que estas dicas tenham te ajudado.